Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

NASCIDOS CATÓLICOS

Amordaçados, sem liberdade de escolha, nascem assim, crescem assim e rumam ao inferno pensando que o purgatório existe. Enganados, seguem crendo em homens, na contramão daquela que dizem ser A Palavra de Deus.

NASCIDOS CATÓLICOS

Amordaçados, sem liberdade de escolha, nascem assim, crescem assim e rumam ao inferno pensando que o purgatório existe. Enganados, seguem crendo em homens, na contramão daquela que dizem ser A Palavra de Deus.

MARIA - MEDIADORA? INTERCESSORA? ADVOGADA? 2ª parte

Maria, a mãe de Jesus de quem a Bíblia nos fala, jamais aceitaria "roubar" o lugar do Salvador que carregou no seu ventre!

Maria, escolhida por Deus, para ser a mãe do Salvador, jamais desobedeceria à Palavra de Deus ou faria parte da mentira. Ela sabia que ir contra a Palavra de Deus é ir contra o Deus da Palavra. Maria sabia o que Deus dissse: "eu velo sobre a minha palavra para a cumprir." (Jeremias 1:12)

Todas as nossas acções devem ser dirigidas pelo que a Palavra de Deus diz. E, quando o assunto é a adoração ao Deus Criador de todas as coisas, nenhuma outra fonte é credível. O que os homens dizem e a tradição ensina não está acima da Palavra.

Muitas vezes a tradição faz o que a Bíblia diz: "E assim invalidastes, pela vossa tradição, o mandamento de Deus." (Mateus 15:6); Porque, deixando o mandamento de Deus, retendes a tradição dos homens; (Marcos 7:8). O apóstolo Paulo alertou: "Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;" (Colossenses 2:8).

Sei que não é nada fácil apagar da nossa mente anos e anos de ensino contrário à Palavra do Senhor, mas não existe outra saída para o cristão que deseja realmente reconciliar-se com o Pai, arrepender-se de seus pecados, deixá-los, permanecer na fé e seguir rumo ao céu. 

Só o Espírito Santo pode ajudar-nos a renunciar a todos os ensinos, dogmas e doutrinas contrários ao que ensina a Bíblia. Deus disse: "E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." (2 Crônicas 7:14)

Deus estabeleceu condições para ouvir as nossas orações e responder. Ele requer a nossa humildade em reconhecer  que somos pó, somos pecadores e precisamos da Sua graça para sermos salvos.

Ele requer nossas orações. Orar é falar com o Pai Celestial não apenas na hora da aflição e da angústia, mas também quando tudo está bem. 

Devemos dar-Lhe graças em tudo! Deus requer que o busquemos sem cessar, que tenhamos íntima comunhão com Ele e que sejamos cheios do Seu Espírito. 

A adoração que Deus requer de nós foi-nos explicada por Jesus Cristo: "Amarás o Senhor teu Deus de TODO o teu coração, e de TODA a tua alma, e de TODO o teu pensamento." (Mateus 22:37)  TODO! Não parte! Deus não divide a Sua glória com ninguém! Quando realmente O amamos como Ele exige, não há espaço para adorar mais nada nem ninguém. Para amar a Deus como Jesus ensina, temos que deixar o pecado, tradições antibíblicas, a idolatria, os intermediários e tudo aquilo que nos impede de o fazer. Conversão implica arrependimento. Sem arrependimento não há perdão. Sem perdão não há salvação. Quando Deus é de facto o SENHOR da nossa vida, não há espaço para pedir nada a Maria nem a qualquer outro santo. Os santos mortos nada podem fazer por nós. As imagens de escultura que os representam, também não podem fazer nada em nosso benefício. Elas não falam, não andam, não vêem, não ouvem. São surdas, cegas e mudas. São obras das mãos do homem. O primeiro mandamento de Deus é categórico: "Não terás outros deuses diante de mim." (Êxodo 20:3); Ele é ainda mais explicito quando ordena: "Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso," (Êxodo 20:4-5)

Deus ordena de forma clara: não fazer, não comprar, não usar imagens. A relação entre ídolos e imagens, entre deuses e imagens diz muito da tradição em adorar/venerar os santos bíblicos. A associação espírito-imagem é tal que por vezes é impossível distinguir a quem as súplicas e a adoração se dirigem: se ao santo falecido, se à sua imagem, se aos dois.

À luz da Palavra de Deus, a única conclusão que podemos tirar e a de que: Maria não é nossa Advogada, Intercessora ou Mediadora. É isso que a Bíblia nos diz de forma clara.

 

https://www.facebook.com/notes/maria-helena-costa/maria-_-mediadora-intercessora-advogada-2%C2%AA-parte/483202381755567