Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

NASCIDOS CATÓLICOS

Amordaçados, sem liberdade de escolha, nascem assim, crescem assim e rumam ao inferno pensando que o purgatório existe. Enganados, seguem crendo em homens, na contramão daquela que dizem ser A Palavra de Deus.

NASCIDOS CATÓLICOS

Amordaçados, sem liberdade de escolha, nascem assim, crescem assim e rumam ao inferno pensando que o purgatório existe. Enganados, seguem crendo em homens, na contramão daquela que dizem ser A Palavra de Deus.

Falta de Temor _ Como Aterrorizar Crianças

Como se engana um povo com mentiras de um clero que só pretendia encher os cofres à custa da ignorância promovida pelo mesmo clero.

Para aterrorizar os 3 pastorinhos escolhidos para verem a "aparição", há que lhes ler o “Missão Abreviada", (que supostamente contém) os espantosos sofrimentos do Senhor, desde a casa de Pilatos, rua da amargura fora, até ao Monte Calvário. Este foi o livro lido aos pastorinhos dia-após-dia,  que levou Francisco e Jacinta a flagelar-se com abstinências e cilícios. Além das rezas, os dois praticavam sacrifícios bem duros, impróprios para idade. Foi-lhes incutido que só iriam para o céu se sofressem como o Senhor Jesus que, segundo o Missão Abreviada, havia sofrido:

 

144 pontapés

150 punhadas

102 bofetadas

202 golpes no peito e no corpo

27 arrastões com a corda

Açoites, passaram de 5000

72 angústias no coração

72 cuspidelas no rosto

72 golpes de martelo ao cravar os pregos

109 suspiros

6745 feridas no corpo

600 200 lágrimas que chorou

230 000 gotas de sangue («Aditamento», na p. 242).

Cálculo que fez um curioso, dado a estatísticas: 1 500 gotas _ 1 decilitro _ o que soma 20 litros para o sangue e mais de 40 para as lágrimas, ou fossem 3 almudes bem medidos.”

 

É preciso ser muito mau carácter para inventar uma lista destas. Imaginam os sacrifícios que o Francisco e a Jacinta fizeram porque lhes era dito que ninguém iria para o céu sem sofrer o que Jesus sofreu? Eles morreram devido a este ensino. Mas, quem se importa?

 

Na Cova dos Leões p.193

Tomás da Fonseca

 

missão abreviada.jpg