Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

NASCIDOS CATÓLICOS

Amordaçados, sem liberdade de escolha, nascem assim, crescem assim e rumam ao inferno pensando que o purgatório existe. Enganados, seguem crendo em homens, na contramão daquela que dizem ser A Palavra de Deus.

NASCIDOS CATÓLICOS

Amordaçados, sem liberdade de escolha, nascem assim, crescem assim e rumam ao inferno pensando que o purgatório existe. Enganados, seguem crendo em homens, na contramão daquela que dizem ser A Palavra de Deus.

AS MENTIRAS DA IGREJA CATÓLICA ACERCA DA BÍBLIA E DA SUA AUTORIDADE

O Aloysio pergunta:

 

"Maria Helena:
Os protestantes, que dizem seguir a Sagrada Escritura  literalmente, pratica uma doutrina falsa, um mandamento de homens, iintitulado "Sola Scriptura", ou seja, "somente a bíblia". Em outras palavras, dizem que a bíblia é tudo que querem e necessitam porque contém todo necessário para a salvação e que, fora dela é imateriall e simplesmente deve ser  descartado e reijeitado.
Ao aceitarem essa tão limitada versão sobre a história da salvacão têm  ocasionado um restrito conhecimento da cristandade. No entanto, a doutrina da Sola Scriptura não  é encontrada em nenhuma parte da bíblia, sendo assim, como alguém pode ser praticante de tal doutrina sem ser acusado de hipócrita?

 

 

É deveras lamentável ver o desprezo que os católicos como o Aloysio denotam por aquela que a ICAR diz ser a Palavra de Deus, a Bíblia. Isto ainda é mais lamentável quando os próprios católicos juram a pés juntos que foi a ICAR quem compilou a Bíblia e escolheu os livros que dela fazem parte. Vamos analisar ponto por ponto as falácias do texto que o Aloysio usou:

 

1- Como pode os protestantes dizer que a "Sola Scriptura"; é usada desde o primeiro dia, quando durante 1400 anos não havia bíblias disponíveis como hoje, e  ainda que houvesse  (hipoteticamente ) de que adiantaria se a grande maioria era analfabeta?

 

Nesta pergunta nota-se a ignorância que a ICAR promoveu ao longo dos séculos e que tantos frutos continua a produzir.

_ Aloysio, será que não sabe que o Antigo Testamento era o livro dos judeus, a Tanakh,  que já existia muito antes da igreja de Cristo começar a formar-se "E foram ter com o rei ao átrio: mas depositaram o rolo na câmara de Elisama, o escriba, e anunciaram aos ouvidos do rei todas aquelas palavras." (Jeremias 36:20).  Como parece não ter o mínimo conhecimento do assunto, saiba que os livros do Antigo Testamento foram postos num só volume (um livro) e traduzidos do hebreu para o grego (versão Septuaginta) 227 anos antes de Jesus nascer. Ou seja, muito antes de 1400, certo?

_ O Velho Testamento veio através dos judeus, que foram os guardiões dos oráculos divino. "Qual é logo a vantagem do judeu? Ou qual a utilidade da circuncisão? Muita, em toda a maneira, porque, primeiramente, as palavras de Deus lhe foram confiadas." Romanos 3:1-2); "Que são israelitas, dos quais é a adoção de filhos, e a glória, e as alianças, e a lei, e o culto, e as promessas; Dos quais são os pais, e dos quais é Cristo segundo a carne, o qual é sobre todos, Deus bendito eternamente. Amém." (Romanos 9_4-5); "Este é o que esteve entre a congregação no deserto, com o anjo que lhe falava no monte Sinai, e com nossos pais, o qual recebeu as palavras de vida para no-las dar." (Atos 7:38).

_ Será que não consegue ter inteligência suficiente para perceber que as cartas dos apóstolos circulavam pelas igrejas como a Bíblia circula hoje e que eram lidas aos crentes tal e qual como a Bíblia o é hoje? Afinal, a Bíblia é o livro que contém essas cartas e os antigos pergaminhos, manuscritos ou rolos, certo?

_ Será que não tem conhecimento que os evangelhos, depois de escritos, eram lidos pelos cristãos e compartilhados com todos aqueles que iam sendo evangelizados?

_ É verdade que durante, não 1400, mas sim 1500 anos, o povo católico romano não teve acesso à Bíblia... porque a ICAR não o permitia. E, a maioria que era analfabeta, era a maioria católica romana subjugada pelo papado, porque, todos sabemos que aqueles que não estavam debaixo do domínio da ICAR aprendiam a ler e a escrever desde muito cedo para conhecerem as Sagradas Escrituras. Hoje em dia, basta olhar para o desenvolvimento dos países que não se sujeitaram a Roma, em contraste com os que se sujeitaram, e perceberemos as terríveis marcas deixadas pela "cultura da ignorância" forçada de povos inteiros.

 

2- Visto que os protestantes creem que "toda bíblia é inspirada "(2 Tim.3,16 ) Por que não está na bíblia protestante os Evangelhos de Pedro, Filipe, Nicodemos,Bartolomeu, André, Tomé etc ?

 

Caro Aloysio, ao contrário da sua santa madre igreja, os protestantes não adicionaram nada à Palavra de Deus! Os protestantes mantiveram o Antigo Testamento tal e qual a Tanakh, e o Novo tal e qual foi encerrado no concílio de Nicéia no ano 390 d.C. Por muito que a ICAR insista em afirmar  que foi ela que compilou os livros do Novo Testameto, a verdade nua e crua é que não se pode provar que foi a igreja de Roma que administrou aquele Concílio. Muito menos, alguém que conheça a história da igreja, pode afirmar que é a mesma igreja que hoje é conhecida como "Igreja Católica Apostólica Romana". Porquê?

Porque: _ A igreja do ano 390 não possuía nenhum crucifixo nem imagens, a primeira menção a crucifixos apareceu no século VI. Assim como a tradição que incentivou o culto às imagens só foi promulgada no mesmo século.

_ A igreja do ano 390 dava a ceia aos fiéis tal e qual foi ensinado por Jesus e pelos apóstolos: pão e vinho. Essa prática bíblica foi  abolida formalmente em 1416 d.C.

_ A igreja do ano 390 foi uma igreja diferente da Igreja Católica Romana actual em quase todos os aspectos.

_ Além disso, os bispos presentes naquele Concílio jamais mencionaram serem eles os primeiros a decidirem quais os livros que seriam inspirados. Eles não reivindicam para si a autoridade de decidir a canonicidade dos livros em si. Isto só foi cogitado bem mais tarde no Concílio de Trento (1545-1563).

_ Quem acrescentou mais alguns apócrifos ao Antigo Testamento foi a ICAR, em 1546, com o propósito de ter fundamento para algumas heresias que entretanto criara. 

_ Os evangelhos que menciona são datados de cerca de duzentos anos d.C. e entram em profunda contradição com o ensino das Escrituras no seu todo! Mas... ó Aloysio, se foi a sua santa madre igreja que escolheu os livros da Bíblia, porque não os incluiu? Porque escolheu partes do evangelho de Pedro para contar uma história da carochinha ao povinho e não incluiu os restantes na Bíblia? É a eles que deve colocar a pergunta, não aos protestantes.

 

3- Onde na Sagrada Escritura diz-se que Jesus deu instrucões de que a fé cristã tinha de ser baseada somente em um conjunto de livros? Que tal a mesma pergunta, mas em vez de Jesus, substituindo-O pelos apóstolos ?

 

Onde? Em toda a Escritura! Do Antigo ao Novo Testamento. Paulo é claríssimo em todas as suas cartas que contêm a doutrina para a igreja de Cristo. Jesus Cristo foi muito claro quando disse: "Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam;" (João 5:39); "Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia." (João 12:48). Estas palavras que Jesus refere estão escritas nos evangelhos, logo, como poderemos ser julgados por algo que não conhecemos e obedecer ao que não sabemos? O evangelho, boas novas de salvação, foi escrito pelos apóstolos e por Lucas para que pudéssemos conhecer o plano de Deus para a salvação da humanidade, a nossa condição perante Deus e o que Ele deseja de cada um de nós. É por isso que Paulo alerta: "Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema." (Gálatas 1:8); "Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofreríeis." (2 Coríntios 11:4); "Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema." (Gálatas 1:9).

Tradição de boca que não esteja devidamente registada na Palavra de Deus, não deve ser levada em conta. Manter a tradição é obedecer ao ensino dos apóstolos que escreveram divinamente inspirados pelo Espírito Santo. Todas as tradições que vão contra o que está escrito, devem ser rejeitadas.

 

4- Por que os protestantes dizem que  a bíblia é a coluna e o fundamento da verdade quando a p'ropria bíblia diz claramente que  "'e a igreja " ( 1 (Tim.3.15 ) ? Por favor, algum protestante poderia me dar o nome dessa igreja? 

 

Poderia usar imensos textos, mas vou usar apenas a 2ªcarta a Timóteo para te esclarecer Aloísio. O versículo que referes fala de uma igreja firmada nas Escrituras e na doutrina dos apóstolos, certo? A igreja de Cristo, composta dos salvos e não uma denominação.  Vamos ler parte da carta: "Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido, e que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus. Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra." (2 Timóteo 3:14-17).

Como podes ver, a tua tese do analfabetismo não se coaduna com o ensino das Escrituras. Desde sempre o povo de Deus ensinou os seus filhos a ler nas escrituras. Mas, adiante: Timóteo foi um dos primeiros cristãos da segunda geração; ele tornou-se cristão, não em virtude de um evangelista ter pregado um sermão poderoso, mas porque a sua mãe e a sua avó lhe ensinaram as Escrituras Sagradas (não as tradições) quando era ainda uma criança. Para Timóteo, as "sagradas letras" eram os livros do AT _ de Génesis a Malaquias. Todo o AT é importante porque aponta para Jesus Cristo e, é a fé em Cristo que torna toda a Bíblia inteligível.

A Bíblia não é uma colecção de histórias, fábulas, mitos ou ideias humanas a respeito de Deus. Não é um livro humano. A Bíblia é a Palavra de Deus. Através do Espírito Santo, Deus revelou a Sua pessoa e o Seu plano para certos crentes, os quais escreveram a Sua mensagem para o seu povo  Como nos diz Pedro: "Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo." (2 Pedro 1:20-21). A Escrituta é completamente fidedigna porque Deus estava no controle de tudo o que estava a ser escrito. As suas palavras têm toda a autoridade sobre a nossa vida e fé. A Bíblia foi escrita por homens sob completa orientação e inspiração de Deus. Ela é a Palavra de Deus inspirada. Por ser inspirada e fidedigna, devemos lê-la e aplicá-la à nossa vida. A Bíblia é o nosso padrão para testar tudo o que é declarado como sendo verdade por toda e qualquer instituição religiosa. Ela é a protecção dos cristãos contra os falsos ensinos e a fonte de direcção para o nosso modo de viver. É a nossa única fonte de conhecimento sobre como podemos ser salvos.  Devemos zelar pela verdade da Escritura e nunca esquecer o seu propósito _ equipar-nos a fazer o bem.

Quanto à igreja da qual Timóteo fala, é a Igreja de Cristo, não uma denominação. Não sei se sabes, mas quando Paulo recebeu esta carta, a igreja de Roma era apenas mais uma igreja e a igreja que poderíamos chamar de "mãe" era a de Jerusalém, a primeira a ser fundada. Além disso, a ICAR que hoje conhecemos, nada tem a ver com aquilo que a Bíblia chama "igreja de Cristo", bem pelo contrário. No conceito bíblico, a igreja de Cristo é formada por todos os indivíduos que viveram antes e depois de Jesus Cristo, Os que viveram depois, foram salvos pela fé no Seu sangue derramado na cruz, e os que vieram antes foram salvos pela fé no sangue que havia de ser vertido e que era prefigurado no sacrifício de animais inocentes. Uns e outros formam a assembleia ou igreja que Jesus edifica ou forma. Só Ele poderia ser o Construtor, porque só Ele verteu sangue salvador, e a igreja é a congregação dos que foram, são e serão salvos por este sangue. A Igreja é de Cristo, não de Roma e, o Cabeça da igreja de Cristo é o próprio Senhor Jesus, não o papa.

 

5- Os protestantes  recusam a Tradicão Apóstólica, quando a bíblia diz  claramente:  2 Tessalonicenses 2.15 - Conservai as Tradicões que aprendestes, seja por PALAVRAS ou por cartas nossas.

 

A tradição apostólica está exarada nas cartas dos apóstolos que temos na Bíblia. Ponto. Tudo o que seja inventado que não esteja conforme aquilo que eles nos ensinaram, deve ser liminarmente rejeitado.

Vamos então analisar o versículo que usaste fora do contexto para entendermos melhor o que Paulo ensinou: "Então, irmãos, estai firmes e retende as tradições que vos foram ensinadas, seja por palavra, seja por epístola nossa." (2 Tessalonicenses 2:15)

Paulo sabia que os Tessalonicenses enfrentariam a pressão das perseguições, dos falsos mestres, do mundanismo, e a apatia em relação à verdade, a ponto de abandonarem a fé. Então, rogou-lhes que permanecessem firmes e se apegassem à verdade que ele lhes havia ensinado tanto através das suas cartas, como pessoalmente. Ora, tenho certeza absoluta que paulo não ensinou nada nas cartas que entrasse em contradição com o que lhes ensinou pessoalmente, certo?

Se tu realmente acreditasses que a Bíblia é a Palavra de Deus, farias como os cristãos de Bereia: "Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalónica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim." (Atos 17:11).

Percebeste Aloysio? Eles, os cristãos mais nobres, examinavam tudo o que Paulo dizia nas Escrituras para ver se ele falava a verdade.

Foi por isso, para evitar que os fiéis percebessem os muitos enganos e as muitas heresias que criava e patrocinava, que a tua santa madre igreja impediu o povo de examinar as Escrituras e obrigou-os a ser ignorantes analfabetos pela força bruta. E, só alguém completamente cego (espiritualmente), não consegue ver a triste realidade daquela que se diz "a-única-igreja-verdadeira-fora-da-qual-não-há-salvação".

Os cristãos são salvos por Cristo, não por uma instituição que foi construída em cima de um monte de mentiras. Uma igreja apóstata.

 

6 comentários

Comentar post