Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

NASCIDOS CATÓLICOS

Amordaçados, sem liberdade de escolha, nascem assim, crescem assim e rumam ao inferno pensando que o purgatório existe. Enganados, seguem crendo em homens, na contramão daquela que dizem ser A Palavra de Deus.

NASCIDOS CATÓLICOS

Amordaçados, sem liberdade de escolha, nascem assim, crescem assim e rumam ao inferno pensando que o purgatório existe. Enganados, seguem crendo em homens, na contramão daquela que dizem ser A Palavra de Deus.

A MULHER DE APOCALIPSE _ Roma = Vaticano

Alguns podem objectar que Roma, e não a pequena parte conhecida como Cidade do Vaticano, é que está edificada sobre os sete montes e além disso o Vaticano não pode ser chamado de "grande cidade". Embora ambas as objecções sejam verdadeiras, as palavras "Vaticano e "Roma" são usadas universalmente sem distinção. Do mesmo modo que se alguém se referisse a Washington estaria falando sobre o governo que dirige os Estado Unidos, quem se refere a Roma trata da hierarquia que governa a Igreja Católica.

Tome-se, por exemplo, um cartaz empunhado por um manifestante na Conferência Nacional dos Bispos Católicos realizada em Washington D. C. em 1993. Esse cartaz tinha como objectivo protestar contra qualquer um que não concordasse com o papa. Nele estava escrito: "SIGA ROMA OU SIGA EM FRENTE".

Obviamente que, ao dizer "Roma", estava a referir-se ao Vaticano. Isso é algo comum. Roma e o catolicismo estão tão interligados, que a Igreja Católica é conhecida como Igreja Católica Romana ou simplesmente Igreja de Roma.

 Além disso, por mais de 1000 anos a Igreja Católica Romana exerceu tanto o controle religioso como o civil sobre toda a cidade de Roma e seus arredores. O papa Inocêncio III (1198-1216) aboliu o Senado Romano secular e colocou a administração de Roma directamente sob o seu comando. O Senado de Roma, que havia governado a cidade sob os césares, havia sido chamado de Cúria Romana. Esse nome, conforme o Pocket Catholic Dictionary, é agora a designação "de todo o conjunto de escritórios administrativos e judiciais, através dos quais o papa dirige as operações da Igreja Católica".

A autoridade do papa estende-se até mesmo aos grandes territórios fora de Roma adquiridos no século VIII. Naquele tempo, com a ajuda de um documento feito pelos papas e deliberadamente falsificado, conhecido como A Doação de Constantino, o papa Estevão III convenceu Pepino, rei dos francos e pai de Carlos Magno, de que os territórios recentemente tomados pelos lombardos aos bizantinos foram, na verdade, doados pelo Imperador Constantino. Pepino venceu os lombardos e entregou ao papa as chaves de mais de 20 cidades (Ravena, Ancona, Bolonha, Ferrara, Iesi, Gubbio, etc.) e um imenso pedaço de território junto às costas do mar Adriático .

Datada de 30 de Março de 315, a Doação declarava que Constantino havia dado perpetuamente essas terras aos papas, junto com Roma e o palácio de Latrão. Em 1440, Lorenzo Valla, um adido papal, provou que esse documento era uma fraude e até hoje é assim considerado pelos historiadores (Clique na foto). Contudo, os supostos papas infalíveis continuaram asseverando durante séculos que a Doação era genuína e sobre essa base justificam sua pompa, poder, e posses.

Essa fraude continua a ser perpetuada por uma inscrição no batistério da Igreja de São João de Latrão, em Roma, que jamais foi corrigida.

Desse modo, o Estado papal foi literalmente roubado pelos papas aos seus legítimos proprietários. O papado controlou e taxou esses territórios até 1848, extraindo deles grande riqueza. Nesse tempo o papa , junto com os governantes  da maior parte do outros territórios divididos da Itália, foi obrigado a dar uma constituição aos seus súditos rebelados. Em Setembro de 1860, no meio de protestos furiosos, Pio IX perdeu todos os Estados papais para o novo reino da Itália, agora finalmente unido, que ainda o deixou até ao Concílio Vaticano I, em 1870, no contole de Roma e seus arredores.

Vemos assim que, exactamente como João previu na sua visão, uma entidade espiritual que afirmava ter uma relação especial com Cristo e com Deus começou a ser identificada como uma cidade construída sobre sete montes. Essa "mulher#" praticou fornicação espiritual com os governantes da terra e finalmente reinou sobre eles. A Igreja Católica Romana tem sido continuamente identificada como sendo essa cidade. Como a Catholic Encyclopedia declara:

"Daí entende-se o lugar central de roma na vida da Igreja hoje e o sentido de seu título "Igreja Católica Romana", a Igreja que é universal, mas ainda assim centrada no ministério do bispo de Roma. Desde a fundação da Igreja de São Pedro, Roma tem sido o centro de todaa cristandade."

 

Dave Hunt - A Mulher Montada na Besta Vol I

PRÓXIMO POST: "A MULHER DE APOCALIPSE  _ Enriquecimento Ilícito"