Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

NASCIDOS CATÓLICOS

Amordaçados, sem liberdade de escolha, nascem assim, crescem assim e rumam ao inferno pensando que o purgatório existe. Enganados, seguem crendo em homens, na contramão daquela que dizem ser A Palavra de Deus.

NASCIDOS CATÓLICOS

Amordaçados, sem liberdade de escolha, nascem assim, crescem assim e rumam ao inferno pensando que o purgatório existe. Enganados, seguem crendo em homens, na contramão daquela que dizem ser A Palavra de Deus.

A MULHER DE APOCALIPSE _ A Cidade Sobre os Sete Montes

"E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra.... Aqui o sentido, que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada." Apocalipse 17:18-9

 

A mulher está montada sobre a besta e essa mulher é uma cidade construída sobre sete montes, que domina sobre os reis da terra! Será que em toda a história já foi feita outra declaração como essa?

João, imediatamente, caracteriza a aceitação pelo leitor dessa revelação como "sabedoria". Não nos atrevemos a tratar desta declaração de modo superficial. Esse assunto merece um estudo cuidadoso e feito em espírito de oração.

Aqui não é utilizada um linguagem mística, nem alegórica, mas trata-se de uma declaração bastante clara e que não tem nada de ambíguo: "A mulher... é a grande cidade" (Apocalipse 17:18).

Não é necessário procurar outro significado oculto, mesmo que muitos livros tenham sido escritos e muitos sermões pregados insistindo em que: "Mistério Babilónia" se refere aos Estados Unidos. Vemos claramente que não é esse o caso, pois o EUA são um país e não uma cidade. Com justiça, alguém poderia referir-se aos Estados Unidos como Sodoma, se levarmos em conta a honra que agora é dada aos homessexuais naquele país, mas certamente não se trata da Babilónia que João descreve em sua visão. A mulher é uma cidade.

Além disso, é uma cidade construída sobre sete montes. Isso elimina especificamente a antiga Babilónia. Só uma cidade com mais de 2000 anos tem sido conhecida como a cidade dos sete montes. Essa cidade é Roma. A Catholic Encyclopedia (Enciclopédia Católica) declara: "É dentro da cidade de Roma, chamada de cidade dos sete montes, que se localiza todo o território do Vaticano". (The Catholic Encyclopedia (Thomas Nelson, 1976), vocábulo "Rome").

É verdade que existem outras cidades, tais como o Rio de Janeiro e Lisboa, que também foram construídas sobre sete montes. Por isso, João fornece pelo menos mais sete características que limitam a identificação apenas a Roma. Examinaremos cada uma delas, detalhadamente, nos post's seguintes.

Entretanto, para mostrar onde queremos chegar, vamos listá-las agora, analisando-as resumidamente.

Como veremos, existe apenas uma cidade na terra, a qual, tanto na prespectiva histórica como na contemporânea, passa em todos os testes propostos por João, inclusivé em sua identificação como: "Mistério Babilónia". Essa cidade é Roma, mais especificamente, o Vaticano.

Até mesmo o apologista católico Karl Keating há muito tempo admite que Roma tem sido identificada como a Babilónia. Ele afirma que a declaração de Pedro: "A vossa co-eleita em babilônia vos saúda," (1 Pedro 5:13), prova que Pedro estava a escrever de Roma. Keating explica:

 

"Babilónia é uma palavra em códido para designar Roma. Ela é usada dessa maneira seis veses no último livro da Bíblia (quatro delas nos capítulos 17 e 18) e obras extrabíblicas como Oráculos de Sibélio (5, 159f), o Apocalipse de Baruque (ii, 1) e 4 Esdras (3.1)".

Euzébio Panfílio escreveu, por volta do ano 303: "é dito que a primeira epístola de Pedro... foi escrita de Roma, e que ele mesmo indica isso, referindo-se à cidade em sentido figurado como Babilónia" (Karl Keating, Catholicism and Fundamentalism: The Attack on "Romanism" by "Bible Christians" (Ignatius Press, 1988), p. 200.)

Quanto a "Mistério", o nome impresso na fronte da mulher, é uma perfeita designação da Cidade do Vaticano. O mistério está no coração do catolicismo romano, desde as palavras "Mysterium Fide" pronunciadas na suposta transformação do pão e do vinho literalmente no corpo e sangue de Cristo até às misteriosas aparições de Maria ao redor do mundo. Cada sacramento, do baptismo até à extrema-unção, manifesta o poder que o fiel deve acreditar ser exercido pelo padre, mas para o qual não há evidência alguma. O novo Catecismo de Roma explica que a liturgia "almeja iniciar as almas no mistério de Cristo (isso é o que se chama de "mistagogia") e que tudo na liturgia da Igreja é um mistério". (Catechism of the Catholic Church (The Wanderer Press, 1994, p. 279), parágrafo 1075).

 

Dave Hunt - A Mulher Montada na Besta Vol I

No próximo post: "Quem é a Meretriz?"

 

 

 

 

1 comentário

Comentar post